Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho

 A SINDESA atua e desenvolve dois projetos bem distintos:

 a) Sistema Independente de Saúde Associativa;

 b) Inclusão de Pessoas com deficiência no Mercado de Trabalho.

  Num outro projeto, a SINDESA também faz a inclusão de pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados pela Previdência Social no mercado de trabalho. Com profissionais experientes, capacitados, reconhecidos e autorizados instrumentalizamos as empresas com eficácia, objetivando o acolhimento personalizado, adaptando funções, acessibilidade e suporte para a gestão destas pessoas em qualquer lugar do território brasileiro.


Deficiência Auditiva

Deficiência Visual

Deficiência Física

Deficiência Intelectual

Deficiência Múltipla

  Com muita responsabilidade e oferecendo apoio técnico especializado a SINDESA possui soluções para as adaptações e suporte contínuo na gestão deste quadro, dentro dos mais rígidos padrões legais, trabalhistas e humanitários, auxiliando as empresas a se adequarem à Lei nº 8.213/91.

  A SINDESA presta este serviço às empresas e instituições de como gerir este quadro de funcionários, contribuindo para a inclusão, manutenção e retenção do profissional com deficiência ou dos beneficiários reabilitado pelo INSS.

Alguns dos Serviços Oferecidos

  Sensibilização para os diretores, gestores e colaboradores da empresa (acessibilidade, inclusão, leis);
  É uma avaliação estrutural (mapeamento de funções/cargos para melhor alocação da pessoa com deficiência, e verificação de acessibilidade para a implementação). Visa a elaboração do diagnóstico inicial para a determinação das possibilidades, necessidades básicas gerais para o processo de inclusão de pessoas com deficiência (PCD) ou os beneficiários reabilitados pela Previdência Social, auxiliando o enquadramento da empresa, nos preceitos da Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991. Este relatório é instrumento legal perante a fiscalização trabalhista, justiça do trabalho, sindicatos e outros órgãos oficiais;
  Entrevista de emprego, apresentação de currículo, apoio para exame admissional, abertura de conta bancária, documentação, acompanhamento de integração na empresa;
  Utilização dos recursos da tecnologia assistiva, ergonomia, organização do trabalho e condições ambientais, modificações específicas de mobiliários, máquinas e equipamentos, dispositivos de segurança, ajudas técnicas, facilitação na comunicação, apoios especiais que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais das pessoas com deficiência e todos os tipos de acessibilidade, de modo a eliminar as barreiras porventura existentes;
  Orientar o gestor na resolução de eventuais problemas, com novas estratégias, visando a garantia e a permanência do profissional com deficiência na sua função.

Reserva Legal de Cargos

 (Lei das Cotas) Lei nº 8.213/91

  A legislação estabelece a obrigatoriedade das empresas com cem ou mais empregados a preencherem uma parcela de seus cargos com pessoas com deficiência.

  A cota depende do número total de empregados que a empresa tem no seu quadro, na seguinte proporção, conforme estabelece o art. 93 da Lei nº 8.213/1991:

 a) De 100 a 200 empregados ........................ 2%

 b) De 201 a 500 empregados ........................ 3%

 c) De 501 a 1.000 empregados ...................... 4%

 d) Acima de 1.000 ................................. 5%

Cumpra sua cota da Lei nº 8.213/91 com responsabilidade e apoio técnico especializado. Fale com a SINDESA.